Design by lichtenart.com
Parques Nacionais PDF Imprimir E-mail
Escrito por Leandro   
Ter, 23 de Junho de 2009 20:03

Um Parque Nacional é bem mais que uma simples enumeração de dados geográficos, nomes científicos de plantas ou animais, ou complexas equações físicas. Por trás de tudo isso, se abre uma porta aos sentidos. Uma oportunidade única de despregar o espírito acompanhado do ruído das águas, o silêncio dos bosques, o aroma das flores o adejo fugaz de uma ave sobre a superfície de um lago...Para proteger estes presentes da natureza, organizações têm criado uma extensa rede de parques pelo mundo, o que dá uma idéia da labor realizada quanto a isto. Porém longe ainda do que é considerado o ideal, de que cada país tenha no mínimo 5% de seu território preservado.

O Parque Nacional Iguaçú recebe os visitantes com esta lenda:
"Quando tenha envenenado o último rio, cortado a última árvore e matado o último peixe, o homem se dará conta de que não pode comer-se o dinheiro"; e uma carta muito especial, que diz: "A natureza trabalha, nunca morre porque a morte é fonte de vida". Quando uma árvore morre fica em pé durante muito tempo, prestando de alojamento para os filhotes de pássaros e aves. Começam crescer fungos iniciando-se assim o processo de descomposição. Quando cai as larvas dos insetos enquanto crecem vão alimentando-se da madeira e construindo imensos labirintos de galerias. Os troncos servem de refúgio a outros animais, a ação dos fungos e bactérias transformam a árvore em nutrientes que serão utilizados por outros organismos. Para nós o bosque não é um recurso, é a vida mesma.
É o único lugar no que podemos viver em liberdade.

Assinado: "A Fauna do Parque".

Os primeiros Parques

No final do século XIX, existiam no Planeta alguns poucos parques, a maioria na América do Norte e na Austrália. Hoje existem no mundo mais de mil e quinhentos parques em mais de cem países. Muitos deles foram criados a partir da Segunda Guerra Mundial. Como cada país desenvolveu seu próprio sistema de parques, isto originou uma grande confusão, já que muitas áreas que se consideravam parques eram também reservas naturais, áreas de lazer para piqueniques familiares, campos de caça, áreas de pesquisa, etc.Os ambientalistas não demoraram em advertir que a melhor maneira de defender os interesses relacionados à proteção e conservação da natureza era unificar os critérios, então a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais, (UICN), com o auspício das Nações Unidas, se encarregou desta tarefa e em 1969 elaborou uma definição de parque nacional, estabelecendo condições que servissem como base para sua criação. As condições eram as seguintes: (1) O território deveria contar com uma extensão superior a mil hectares; (2) deveria ser de interesse científico, educativo, recreativo e abrigar paisagens naturais de grande valor estético (belo); (3) deveriam ser adotadas medidas eficazes para impedir a exploração e a ocupação ilegal; (4) estas medidas deveriam ser sancionadas pelas máximas autoridades do país; e (5) deveria ser autorizado o acesso público. Mesmo sendo estas condições muito restritas, já havia no ano de 1975 oitenta e nove parques pertencentes a doze países sul-americanos que tentavam cumprir estes requisitos. Sete anos mais tarde, a UICN havia ampliado o conceito de áreas protegidas, e o total de parques havia aumentado para cento e trinta e uma áreas, somadas a vinte e duas reservas naturais e onze reservas da biosfera.

Por Ronaldo Franzen

O Primeiro Parque Nacional do mundo: Yellowstone (EUA)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_de_Yellowstone

O Primeiro Parque Nacional do Brasil: Itatiaia (RJ)

http://www.parquenacionaldoitatiaia.com.br/itatiaia/

O Primeiro Parque da América do Sul: Nahuel Huapi (ARG)

http://www.nahuelhuapi.gov.ar/

http://www.parquesnacionales.gov.ar/03_ap/27_nhuapi_PN/27_nhuapi_PN.htm


Em minhas viagens sempre priorizei caminhos que me levassem à
parques, onde possui área de conservação de ecosistemas naturais
de grande relevância ecológica e cênica.

Confira abaixo uma lista dos principais Parques em que tive o privilégio de
ter chegado:

Parque Nacional Aparados da Serra (BRA)

Parque Nacional da Serra Geral (BRA)

Parque Nacional Cataratas do Iguaçu (BRA-ARG)

Parque Nacional do Pantanal (BRA)

Parque Nacional da Serra da Bodoquena (BRA)

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães (BRA)

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (BRA)

Parque Nacional da Chapada Diamantina (BRA)

Parque Nacional dos Lencóis Maranhenses (BRA)

Parque Nacional de Jericoacora (BRA)

Estação Ecológica do Taim (BRA)

Parque Estadual dos Pirineus (BRA)

Parque Nacional Nahuel Huapi (ARG)

Parque Nacional los Glaciares (ARG)

Parque Nacional Terra do Fogo (ARG)

Parque Nacional Los Alerces (ARG)

Parque Nacional Torres del Paine (CHI)

Parque Nacional Queulat (CHI)

Reserva Nacional Cerro Castillo (CHI)

Reserva Natural Mañihuales (CHI)

Reserva Natural Lago Las Torres (CHI)

Parque Nacional Serra Nevada (VEN)

Parque Nacional Canaima (VEN)

Parque Nacional Serra da Culata (VEN)

Parque Nacional Cotopaxi (EQU)

Parque Nacional Cerro Cora (PAR)

Reserva Nacional de Junin (PERU)

Reserva Nacional do Titicaca (PERU-BOLIVIA)

Reserva Nacional de Salinas e Aguada Blanca (PERU)

Parque Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa (BOLIVIA)

LAST_UPDATED2